PRÉMIOS CULTURAIS| DRC

Prémios Culturais - Direção Regional da Cultura



Governo dos Açores institui prémios regionais de Cinema e Audiovisual, Escultura e Fotografia.
O Prémio Regional de Cinema e Audiovisual “Ayres d'Aguiar” destina-se a galardoar os cineastas regionais e a valorizar a atividade cultural regional no domínio do cinema e audiovisual nas suas várias categorias, nomeadamente ficção, documentário e animação.
O Governo dos Açores, ao atribuir o nome de Ayres de Faria e Maia d’Aguiar a este prémio, destaca o Açoriano que, ao longo da sua carreira no cinema francês e internacional, manteve sempre "fortes e permanentes laços” com a sua terra natal, onde viveu a última fase da sua vida.
O Prémio de Cinema e Audiovisual “Ayres d'Aguiar” tem o valor pecuniário de 12 mil euros, sendo metade para o realizador do filme e a outra metade dividida em partes iguais entre o argumentista e o produtor.
Por seu lado, o Prémio Regional de Escultura “Canto da Maia” destina-se a galardoar os artistas regionais e a valorizar a atividade cultural no domínio das artes plásticas, na área da escultura, nos géneros de Arte Pública em Espaços Institucionais e Estatuária.
Ernesto do Canto Faria e Maia, que se destacou entre a primeira geração de artistas modernistas portugueses, marcou a cultura açoriana, nomeadamente com uma vasta obra na área da escultura, tendo sido, por isso, atribuído o seu nome ao galardão criado nesta área.
Este prémio é constituído por um valor pecuniário de 12 mil euros, dos quais seis mil são destinados ao género Arte Pública em Espaços Institucionais e os restantes seis mil ao género Estatuária.
O Prémio de Fotografia “Christiano Júnior” visa galardoar os fotógrafos regionais e valorizar a atividade cultural regional no domínio da imagem fotográfica, nas categorias de Fotografia Geral com Temática Livre, Fotografia de Paisagem Natural e Humanizada e Retrato com Fotografia de Pessoas.
José Christiano de Freitas Henrique Júnior foi um Açoriano que se distinguiu no Brasil e na Argentina na área da fotografia, na segunda metade do século XIX, período de pioneirismo e afirmação desta arte.
O domínio de várias técnicas fotográficas, o pioneirismo da fotografia etnográfica e social e o facto de ter sido precursor da fotografia científica justificam a escolha do seu nome para patrono do prémio.
O Prémio de Fotografia “Christiano Júnior” é constituído por um valor pecuniário de 12 mil euros, sendo seis mil para a categoria Geral com Temática Livre, três mil para a categoria Paisagem Natural e Humanizada e os restantes três mil para a categoria Retrato com Fotografia de Pessoas.
Os vencedores destes prémios regionais, com caráter bienal e que ocorrerão em anos ímpares, recebem também um galardão e um diploma comprovativo, identificativo do galardão.
Anexos:
Fichas de Inscrição:
Ficha Inscrição - Premio Escultura - Canto Maia.pdf
Ficha Inscrição - Premio Cinema Audiovisual - Ayres d´Aguiar.pdf
Ficha Inscrição - Premio Fotografia - Christiano Júnior.pdf
Resoluções:
Resolução do Conselho do Governo n.143-2015 - PremioCinemaAudiovisual - Ayres d Aguiar.pdf
Resolução do Conselho do Governo n.144-2015 - PremioEscultura - Canto Maia.pdf
Resolução do Conselho do Governo n.145-2015 - PremioFotografia - Christiano Junior.pdf
Despachos:
Despacho n.2394 - 2015 - PremioEscultura - CantoMaia.pdf
Despacho n.2396 - 2015 - PremioCinemaAudiovisual - Ayres d Aguiar.pdf
Despacho n.2395 - 2015 - PremioFotografia - ChristianoJunior.pdf

Sem comentários :

Enviar um comentário